Cuiabá (MT), 21 de outubro de 2017 - 10:51

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Várzea Grande

01/10/2017 15:33

Saúde Pública evolui e melhora qualidade no atendimento em Várzea Grande

Reporter

Kátia Passos

Além de investir R$ 16 milhões acima do legalmente previsto, saúde pública em Várzea Grande melhora quantidade e qualidade de atendimento prestado de forma gratuita através do Sistema Único de Saúde - SUS. 

Com investimentos que somaram R$ 39,7 milhões de janeiro a agosto deste ano, a área de Saúde continua recebendo especial atenção por parte da administração da prefeita Lucimar Sacre de Campos, pois estes valores representam R$ 16 milhões além do legalmente previsto na legislação para ser aplicado em saúde pública.

“Nosso compromisso é com uma saúde humanizada, sendo que para isto, temos investido na melhoria da rede física, mas sempre buscando o aperfeiçoamento nos serviços prestados principalmente a população que precisa do suporte público para ter uma saúde de qualidade e sempre presente”, disse a prefeita de Várzea Grande, que assim como Cuiabá sofre com os atendimentos realizados em pacientes de outros municípios, Estados e países que fazem fronteira com Mato Grosso.

Segundo o secretário de Saúde de Várzea Grande, Diógenes Marcondes dependendo do tipo de serviço médico prestado, a média varia entre 30% até 48% de pacientes de outras localidades.

A secretaria municipal de Saúde de Várzea Grande apresentou em audiência pública na Câmara Municipal, o segundo relatório quadrimestral da pasta, onde foram detalhados todos os serviços, ações e investimentos aplicados no setor no período de maio a agosto deste ano. De acordo com os dados projetados, nas atenções em saúde primária, secundária e terciária, houve evolução em todos os serviços ofertados na rede pública municipal por meio do Sistema Único de Saúde – SUS.

“A média de atendimentos realizados mensalmente pelas duas principais unidades de saúde que são o Hospital e Pronto Socorro e a UPA IPASE superou os 10 mil pacientes/mês”, disse Diógenes Marcondes.

De acordo com o relatório, as Atenções Básica e Secundária, que passaram por reestruturação na Rede de Serviços, atingiu a marca de 60.874 atendimentos e procedimentos, superando as metas estipuladas.

Na Unidade de Pronto Atendimento 24h (UPA IPASE) foram mais de 44 mil atendimentos. A saúde bucal no ano de 2016 foram registrados cerca de 15 mil atendimentos, se comparados com o mesmo período do quadrimestre de 2017, foram 25 mil atendimentos, um crescimento  de 60%.

O técnico de Planejamento do Sistema Único de Saúde – SUS, da secretaria de Saúde, Marcos Tertuliano de França explicou que os números apresentados demonstram que o município conseguiu avançar na prestação de serviços, principalmente na Atenção Básica que impede a superlotação de unidades como o Hospital e Pronto Socorro aonde acontece os atendimentos de urgência e emergência.

Segundo o secretário Diógenes Marcondes, a Saúde Pública do município deu salto de qualidade nestes últimos dois anos e meio na gestão Lucimar Campos (a prefeita assumiu o mandato em maio de 2015), que faz da Pasta da Saúde uma das prioridades. “Mudamos a Política de Gestão Administrativa, passaram também por mudanças os setores de aquisição de medicamentos, da Rede de Atenção em Saúde, com foco no fortalecimento da Atenção Básica e descentralização dos serviços, além de dotar as unidades de infraestrutura adequadas. A aquisição de insumos de saúde e equipamentos de alta tecnologia também contribuiu para os bons números e resultados”, explicou, dizendo ainda que a demanda no setor de saúde é crescente, porém a projeção é aumentar ainda mais a capacidade de atendimento e dar a população um Sistema Único de Saúde de qualidade e eficaz, com os novos serviços que foram e vão ser implantados ainda neste ano”. 

Diógenes afirmou que neste quadrimestre os investimentos em saúde pública consumiram mais de 25% das receitas correntes, quando a previsão da lei é de que a Saúde tem que receber 15% das receitas arrecadadas pela administração municipal, numa clara demonstração do compromisso da atual gestão para com este setor que é essencial para os cidadãos. “O município continua reforçando os investimentos em Saúde Pública, aplicando mais recursos do que é estipulado por lei, na oferta de novos serviços, dentro da política de organização da Rede de Serviços”, finalizou.

A prefeita Lucimar Sacre de Campos lembrou toda a dedicação que a equipe de saúde tem proporcionado, apontando que apesar de todo investimento realizado em obras físicas e equipamentos, o maior propulsor da qualidade dos serviços são os profissionais médicos, enfermeiros, auxiliares, enfim toda a gama de pessoas espalhadas nas 35 unidades de saúde de Várzea Grande.

“Vamos avançar ainda mais até conquistar um nível de excelência nos serviços médicos prestados para aquelas pessoas que precisam se socorrer ao Sistema Único de Saúde – SUS que quando é desejo do gestor, se torna um dos melhores e mais amplos planos de saúde do Brasil”, assinalou Lucimar Sacre de Campos.

Entre as principais ações que serão desenvolvidas nos próximos meses e anos estão a reforma geral da Policlínica do Jardim Glória, a única de cinco unidades que ainda não foi completamente reformada, a construção da UPA Cristo Rei, a conclusão da reforma geral do Hospital e Pronto Socorro, a entrega das obras do primeiro de cinco Centro Odontológico e do Centro de Imagens de Várzea Grande.

 


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo