Cuiabá (MT), 20 de setembro de 2017 - 08:37

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/

Várzea Grande

31/08/2017 15:23

“Área já pertence ao povo e a Várzea Grande”, anuncia a prefeita Lucimar Sacre de Campos

Reporter

Marianna Peres

“O Parque Berneck é do povo e da cidade de Várzea Grande”, comemorou a prefeita Lucimar Sacre de Campos ao assinar a escritura definitiva de transferência da área de 26 hectares que coloca a Cidade Industrial como uma das mais privilegiadas entre os 5.7 mil municípios brasileiros, por ter um parque público urbano na área central.

Após dois anos de intensa negociação com os antigos proprietários da área onde nas décadas de 60 e 70 funcionou a maior madeireira do Centro Oeste do Brasil, a área acabou desmembrada para ceder parte da mesma para a quitação de impostos e taxas devidas ao Fisco Municipal e o restante ficou destinado ao Parque Berneck.

Lucimar Sacre de Campos, assinou as escrituras de dação e doação da área pertencente ao Berneck S.A. Painéis e Serrados. Com esse ato, o Município ganha em definitivo a área ambiental do conhecido Parque Berneck. “Chegou ao fim a nossa saga para ter esse parque para nossa população. Um trabalho iniciado lá no final da década de 90, quando o prefeito era Jayme Veríssimo de Campos. Quanto tempo para poder conquistar um espaço tão importante como este que é totalmente necessário e apropriado para a melhoria na qualidade de vida, seja por meio de ações de saúde, educação, cultura e esporte que terão mais um endereço para motivar eventos em prol dos várzeagrandenses”.

A assinatura, como destacou o secretário municipal de Governo, César Miranda, pôs fim ao vai e vem pelo qual o parque passava há anos. “Agora, de forma definitiva, Várzea Grande tem mais um parque ambiental aberto à população. A assinatura de hoje foi o último passo burocrático entre as partes para que a área destinada ao Parque, passe efetivamente ao Município”.

A assinatura da prefeita nas escrituras foi o passo seguinte ao evento da última sexta-feira (25), quando a escritura pública de doação dos 26 hectares da área ambiental foi assinada no cartório do 2º Ofício de Várzea Grande. “São procedimentos burocráticos, mas necessários. Da parte do Município vamos liquidar a situação fiscal da empresa que não deve mais nada ao Fisco e assim evitar futuras emissões de tributos como o IPTU”, explicou a Procuradora do Município, Sadora Xavier.

Agora séries de ações terão que ser colocadas em prática para dotar a atual estrutura de condições para atender a população que utiliza o espaço como lazer ou como prática de atividades físicas. “Vamos nos unir ao Governo do Estado através do governador Pedro Taques e do secretário de Meio Ambiente e vice-governador Carlos Fávaro, além dos deputados estaduais capitaneados pelo presidente da Casa de Leis, José Eduardo Botelho para arregimentarmos recursos públicos e privados para recuperar o Parque Berneck e torná-lo ainda mais atrativo, sendo que para isto estamos elaborados projetos e definindo parceiros como a Polícia Militar através do Batalhão Ambiental e da Guarda Municipal de Várzea Grande”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos lembrando que a partir de agora existirão regras a serem cumpridas quanto a utilização do espaço que é público necessita de investimentos e ordenamentos. 

Ainda em tom de comemoração, a prefeita frisou que o mais significativo, após a conclusão da parte burocrática, é que a partir de hoje, a área é pública e pode oficialmente receber recursos públicos, investimentos e melhorias estruturais. “Vejo que desde que houve a concordância dos empresários em doar a área como parte de pagamento de dívidas tributárias, até agora, só faltou vontade política, pois em pouco tempo executamos todas as etapas e temos uma área valiosa como essa, valiosa em todos os sentidos, dentro do perímetro urbano da cidade”.

De antemão, a prefeita anunciou que agora dará início ao processo de reestruturação e revitalização da área ambiental, que em breve será endereço de lanchonetes, restaurantes, enfim, um novo espaço de lazer gratuito da cidade. “Projetos arquitetônicos já estão sendo elaborados pela administração municipal para a revitalização geral da área. Mas para tanto é necessário buscar parcerias junto aos governos Estadual, Federal e Assembleia Legislativa”, comemorou a prefeita.

Lucimar lembrou que apesar da necessidade pública ser premente, as pessoas terão que ter paciência para se conseguir todos os recursos necessários e se executar as obras essenciais para tornar o Parque Benerck ainda mais atrativo para todos. “Queremos até 2020 deixar uma área verde entre as mais valorizadas e importantes do Brasil”, disse a prefeita.

A dação e a doação colocaram fim a um imbróglio que se arrastava desde o inicio de 2.000, período em que a área ambiental ficou regelada, tanto pelo Município, quanto pelo governo do Estado. “Se passaram mais de 15 anos e nada avançou. O nosso Parque Ambiental Bernardo Berneck foi definido como área pública após uma ação conjunta do então prefeito municipal Jayme Campos e do governo do Estado na administração Blairo Maggi. Desde o ano passado, esse tema passou a ser uma meta e a solução chega sem prejuízo aos cofres públicos, já que o antigo empreendimento existente na área e que era privado, devia tributos ao Poder Público e essa receita que nunca entrou em caixa, nos proporcionará o usufruto do maior parque de Mato Grosso e do Centro-Oeste do Brasil localizado dentro da área urbana de uma cidade. E esse acordo, só trouxe ganhos aos várzeagrandenses”.

A prefeita Lucimar Campos não tem dúvidas de que o novo Parque que começa a de fato existir para a cidade, será um novo cartão postal. “Temos a menos de 15 minutos do centro comercial da cidade, uma área de 26 hectares em plena Avenida Júlio Campos, porta de entrada de Várzea Grande para quem vem do norte do Estado e do Norte do país”.

Conforme avaliação venal das equipes da secretaria municipal de Gestão Fazendária, o terreno, que abriga a área ambiental, está avaliado entre R$ 3,5 e R$ 5 milhões, valor este que deverá ser quintuplicado com os investimentos realizados e as melhorias necessárias.

A ideia da Administração Municipal é de reforçar os investimentos no local para atender à demanda da população por áreas de lazer gratuitas, inclusive com a implantação de um posto da Guarda Municipal garantir segurança, seja ao patrimônio público como aos frequentadores do espaço.

A prefeita disse que uma equipe técnica está estudando qual o melhor modelo de gestão para o Parque Berneck para assegurar o uso gratuito do mesmo pela população, mas a exploração pela iniciativa privada de serviços que manteriam a estrutura dentro dos 26 hectares da área total do mesmo.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo