Cuiabá (MT), 24 de outubro de 2017 - 04:47

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Várzea Grande

07/08/2017 09:16

Queda nos casos de doenças levam Várzea Grande a reforçar Vigilância

Prefeitura de Várzea Grande

A Prefeitura Municipal de Várzea Grande vai continuar intensificando a realização de bloqueios e de ações para eliminação de focos do mosquito Aedes aegypti  para combater as principais endemias como a dengue, zika vírus  e chikungunya, principalmente porque neste ano de 2017 já foram constatadas queda nos casos registrados dessas doenças em comparação a 2016.

“Em 2015 quando a prefeita Lucimar Sacre de Campos assumiu a administração municipal, Várzea Grande tinha índices alarmantes deste tipo de doenças e foi realizado todo um trabalho que passou inclusive pela decretação de Estado de Emergência para que medidas fossem adotadas diante do descaso das gestões anteriores que não cumpriram as medidas preventivas”, disse o superintendente municipal da Vigilância em Saúde de Várzea Grande, Juliano Mello.

Várzea Grande nestes primeiros meses de 2017, já investiu mais de 28% em saúde pública, quando a legislação determina 15%.

Ele lembrou, no entanto, que o combate tem que permanecer de forma rotineira e atendendo as demandas, até pelo fato de Várzea Grande estar dentro de uma Região Metropolitana que congrega mais de 1 milhão de habitantes em 12 municípios.

Existe um caso de óbito em Várzea Grande que ainda está sob investigação, por suspeita de chikungunya, que necessita ser confirmado.

Nas ações da administração municipal são envolvidas além da Secretaria Municipal de Saúde, as secretarias de Serviços Urbanos e Mobilidade que é responsável pela fiscalização da coleta de lixo na cidade e a Secretaria de Promoção Social que realiza programas sociais que envolvem muitas pessoas o que facilita as medidas de esclarecimentos e de atuação que qualquer pessoa pode fazer para contribuir no combate aos focos do mosquito transmissor.

“Estes tipos de doenças exigem uma atuação mais presente e perene tanto por parte das autoridades do Poder Público como por parte da própria população que é peça fundamental, por isso as campanhas de esclarecimentos e de vigilância constantes”, explicou Juliano Mello para quem os números de 2017 demonstram que a atuação diferenciada que foi implementada pela gestão Lucimar Sacre de Campos em 2015 e principalmente em 2016 obtiveram resultados mais do que eficientes.

“É preciso lembrar que a atual prefeita só assumiu em maio do ano de 2015 e começou a implementar medidas que agora, passados dois anos começam a surtir efeitos positivos, o que é excelente para a cidade e para sua gente”, disse o superintendente da Vigilância em Saúde.

Segundo dados divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde – SES, os casos de zika vírus  e dengue apresentaram uma queda no primeiro semestre deste ano em Mato Grosso em relação ao mesmo período de 2016. Já os casos de chikungunya aumentaram.

Mato Grosso apresenta média incidência de dengue (279/100 mil habitantes), baixa incidência de febre chikungunya (85/100 mil habitantes) e baixa incidência de febre pelo vírus da zika (63/100 mil habitantes).

“Estes números são gratificantes por demonstrarem que nossos esforços vem obtendo resultados, mas não iremos esmorecer, ou seja, vamos nos esforçar para avançarmos ainda mais e conseguirmos controlar a incidência da doença em toda a cidade”, explicou Juliano Mello lembrando que Várzea Grande faz parte de Mato Grosso e que todos os municípios devem se comprometer para ajudar no combate e o controle das endemias.

Segundo a Secretaria de Estado de Saúde em todo Mato Grosso foram notificados 9.233 casos de dengue no primeiro semestre de 2017: uma redução de 65% em relação ao mesmo período de 2016. Já casos de chikungunya foram 2.802 casos registrados neste ano. Nesse comparativo houve um aumento de 102% em relação ao mesmo período de 2016. No mês de julho deste ano 118 municípios já notificaram casos de dengue.

As notificações de vírus da zika chegaram a 2.086, o que representa uma redução de 91% em relação ao mesmo período de 2016.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo