Cuiabá (MT), 23 de outubro de 2017 - 03:05

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Várzea Grande

13/07/2017 17:49

Várzea Grande vacina mais de 44 mil pessoas e atinge meta

Reporter

Rafaela Maximiano

Várzea Grande superou a meta da 19ª Campanha Nacional de Vacinação Contra a Influenza estipulada pelo Ministério da Saúde em vacinar 90% da população do município considerada de risco para complicações por gripe. Até 12 de julho, 44.106 mil doses foram aplicadas, o que representa 92,9% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários imunizados. Pelo município ter alcançado a meta, a imunização foi estendida à população várzeagrandense em geral contra os três tipos de vírus da gripe: H1N1, H3N2 e Influenza B, até acabar o estoque de vacinas nas unidades de saúde.

Entre o público alvo da campanha, o grupo dos idosos foi o que alcançou maior índice de imunização com 100% da meta (18.420 doses); em segundo estão os trabalhadores da saúde que foram imunizados em 99,3% da meta (4.963 doses); em terceiro as mulheres com até seis semanas pós-parto chamado grupo puerpério que alcançou 98,6% de imunização (618 doses); seguido das crianças com 84,4% de imunização (16.967 doses) e o grupo das gestantes que foi imunizado em 80% (2.950 doses).

Para o superintendente municipal de Vigilância em Saúde, Juliano Silva Melo, a procura intensa da população várzeagrandense pela vacina contra a gripe garantiu o cumprimento da meta de imunização definida pelo Ministério da Saúde. “De acordo com o Ministério da Saúde após alcançarmos a meta em 26 de maio foi permitido ampliar a vacinação a todas as pessoas da sociedade até  o fim do estoque, independente de idade ou grupo de risco e, algumas unidades de saúde em Várzea Grande ainda possuem a vacina disponível”, avisa o superintendente de Vigilância em Saúde, Juliano Silva Melo.

Juliano demonstrou preocupação apenas com relação ao grupo de gestantes, o qual demonstrou mais resistência para receber a vacina. “É um apelo que fazemos, para que elas venham. Acreditamos que deixam de vir porque se preocupam com o desenvolvimento da gestação, porém a vacina é segura, para a mãe e para a criança. Trata-se do vírus da gripe inativo, então ele não provoca nenhuma reação, pelo contrário. A vacina irá proteger o bebê até o sexto mês de vida”, recomenda o superintendente.

O objetivo da vacina é reduzir as internações, complicações e mortes em decorrência das infecções pelo vírus da doença da gripe. O imunizante começou a ser aplicado em todo país às vésperas do inverno, período de maior incidência da doença. “Estudos demonstram que a vacinação contra a gripe pode reduzir de 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% da mortalidade global e em, aproximadamente, 50% as doenças relacionadas à influenza”, informa Juliano Silva Melo.

Além dos grupos prioritários, também estão sendo vacinados doentes crônicos, professores dos ensinos básico, médio e superior, das redes pública ou privada. “É importante levar a caderneta de vacinação ou algum comprovante da situação vacinal à unidade de saúde. Para pessoas que tenham apresentado febre recente, recomenda-se adiar a vacinação até que o estado de saúde melhore. Portadores de doenças neurológicas e da síndrome Guillain-Barré (fraqueza muscular causada pelo ataque do sistema imunológico ou nervoso periférico) devem consultar um médico antes de tomar a vacina e seguir suas orientações. Já pessoas com histórico de alergia a ovo ou a algum outro componente da vacina não devem se vacinar”, alerta o superintendente municipal de Vigilância em Saúde.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo