Cuiabá (MT), 18 de agosto de 2017 - 02:24

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
Governomt trabalho infantil 468x60  1
Banner gov mt em acao 468x60  1

Várzea Grande

13/07/2017 09:35

Obras de duplicação da Filinto Müller avançam e trânsito será desviado

Considerada uma das maiores obras de mobilidade urbana em execução a duplicação da Filinto Müller criará um novo corredor comercial e um rodoanel que sairá do aeroporto Marechal Rondon, passando pelas avenidas Mário Andreazza, Júlio Campos e Ulisses Pompeu até retornar ao próprio Aeroporto Marechal Rondon quebrando a histórica tese de que o mesmo separa a cidade do grande Cristo Rei

Uma das maiores obras de Mobilidade Urbana em execução na Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá, a duplicação da Avenida Filinto Müller em Várzea Grande que integrará a região central a região Oeste, mais precisamente o Grande São Mateus avança a passos largos.

Orçada inicialmente em R$ 23 milhões entre recursos do Governo do Estado, da Prefeitura de Várzea Grande e de emendas parlamentares a intenção é criar um novo corredor comercial já que a duplicação atende direta e indiretamente 25 bairros e algo em torno de 60 mil residentes.

“A palavra de ordem é integração, por isso, estamos executando obras como a duplicação da Av. Filinto Müller que vai do Aeroporto Marechal Rondon passando pela região Central até a Rodovia dos Imigrantes ou Contorno Sul e que é passagem obrigatória para aqueles que vão para o Sul ou para o Norte de Mato Grosso e vai se integrar com outras artérias do trânsito como a Mário Andreazza ou Contorno Norte, as avenidas Júlio Campos e Ulisses Pompeu de Campos até chegar no entroncamento do próprio Aeroporto Marechal Rondon”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos.

A prefeita lembrou que estes investimentos permitem o desenvolvimento de várias regiões ao mesmo tempo e asseguram a Várzea Grande e a sua população uma maior fluidez no trânsito, economia no consumo de combustível e o acesso para com Cuiabá e para as saídas para o Sul de Mato Grosso e do Brasil como também ao norte do Estado e do País.

Com as obras de duplicação da Avenida Filinto Müller avançando, será necessário a partir da próxima segunda-feira, 17, novo ponto de interdição, por isso, os motoristas devem ficar atentos às novas rotas de desvio que foram elaboradas pela secretaria municipal de Viação, Obras e Urbanismo e Secretaria municipal de Defesa Social, por meio da Guarda Municipal.

O novo trecho de obras vai obstruir uma extensão de 900 metros entre a Avenida A e rua 21 do Jardim Mundo Novo até à rodovia dos Imigrantes, indo em direção ao Trevo do Lagarto, com saída para a Avenida Júlio Campos que é a intercessão das BRs 136/364 e 070.

Como explica o secretário de Viação, Obras e Urbanismo, Luiz Celso de Moraes, nessa fase todos os dois sentidos da avenida serão bloqueados para os trabalhos de alargamento da via, serviço que exige a movimentação de máquinas pesadas, para posterior trabalho de drenagem, serviço este que estará sendo executado em toda duplicação da Filinto Müller.

A prefeitura de Várzea Grande e o governo do Estado são os responsáveis pela obra que está orçada em R$ 23 milhões, dos quais, R$ 3,5 milhões são de contrapartida do Município. Serão 10 quilômetros duplicados, ou seja, toda a extensão da avenida, considerando o trajeto de ida e volta. Essa é a maior obra estruturante em execução na cidade, pois tem uma zona de influência sobre 25 bairros, atingindo um contingente de 60 mil habitantes.

Para sequência e cumprimento do calendário, revisto para um prazo de 15 meses e não mais de 18 meses como foi inicialmente planejada, o secretário explica que o trecho já interditado no sentido ao bairro São Mateus seguirá com as obras e obstruído para passagem do tráfego. “A partir da próxima semana estaremos bloqueando, por força do avanço das obras, um novo trecho que vai exigir atenção dos motoristas e da população localizada no entorno”.

Como explica, saindo da rótula de passagem entre a Avenida Filinto Müller e a rodovia do Imigrantes, no sentido Trevo do Lagarto, será necessário seguir por cerca de 1.200 metros até acessar a rua S/8, também chamada de Getúlio Vargas. Seguindo a rua S/8, é preciso conduzir mais 180 metros até chegar à Avenida Anízio Haddad, virando à direita. Desse ponto, são mais 71 metros até a Avenida Coronel Escolástico, virando à esquerda. Da Avenida Coronel Escolástico, são mais 850 metros até a Avenida A/21, no Jardim Mundo Novo, segue virando à direita, por mais 1.100 metros até retornar novamente à Avenida Filinto Müller.

“Como alternativa para acesso ao Centro de Várzea Grande, no encontro com a Avenida Coronel Escolástico e Avenida A/21 do Jardim Mundo Novo, é sugerido também virar à esquerda, seguir por mais 1.400 metros e assim acessar à Avenida Júlio Campos”, orienta o secretário Luiz Celso.

“Essa é a maior obra estruturante de Várzea Grande e que vai permitir o desenvolvimento, não apenas dessa região da cidade, como também de toda Várzea Grande, já que a Avenida Filinto Müller, passou a ser um importe elo entre bairros, entre BRs, ou seja, contribuiu e muito para a logística mato-grossense”, reforça a prefeita Lucimar Sacre de Campos, que desde o lançamento das obras, adotou uma rotina de visitas permanentes às intervenções para efetivar a duplicação.

Ainda conforme a prefeita, Várzea Grande ficou muito tempo parada e à espera de obras consideradas fundamentais para seu desenvolvimento. “A duplicação da Avenida Filinto Müller está entre as maiores intervenções de mobilidade urbana em execução em todo Mato Grosso. Depois de concluída estará entre as mais modernas e eficientes vias do Estado. Vai consolidar a região como um novo corredor econômico. Essa duplicação estava sendo aguardada pela população”.

O secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Jayme Campos, pontuou que desde o início do lançamento das obras, com a emissão da Ordem de Serviço, no início de dezembro do ano passado, as frentes de trabalho mantiveram ritmo ininterrupto, mesmo durante o período de chuva. “Apenas houve um cadenciamento, migrando ações que não tinham restrições ao período de chuvas”.

A OBRA - O projeto de duplicação prevê ciclo faixa, pista de caminhada, iluminação em LED, canteiro central e calçadas. A ideia do Município é fazer deste novo corredor de acesso, uma nova ponte de integração com a região Oeste da cidade. “Queremos impedir que uma nova parte da cidade de Várzea Grande, o Grande São Mateus, seja seccionado como aconteceu com o Aeroporto Marechal Rondon em relação ao Grande Cristo Rei”, frisou o secretário Jayme Campos.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1435x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo