Cuiabá (MT), 22 de agosto de 2017 - 07:09

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
Governomt trabalho infantil 468x60  1
Banner gov mt em acao 468x60  1

Turismo

02/05/2017 09:29

Com 31 países no passaporte, cuiabano faz sucesso em Instablog e organiza mochilão para a Europa

Trinta e um países. Diversas cidades. Infinitas experiências. Desde seu primeiro mochilão em 2012, o carioca criado em Cuiabá Celso Dorileo mudou sua forma de ver o mundo, e viu muito mais. Dentre as lembranças, dormir sob o céu estrelado de Maya Bay, na Tailândia, passar o natal com uma família da República Tcheca, visitar a medieval Dubrocnik, na Croácia, andar de camelo pelo Saara, no Marrocos, pular de paraquedas na Capadócia e passar o ano novo em Las Vegas são apenas algumas das melhores experiências.


Celso tem 26 anos, quase 22 mil seguidores no Instagram e é advogado. Além de viajar o mundo, faz pós-graduação e monta roteiros personalizados, além de ter diversas parcerias em seu Instablog. Mas tudo começou por acaso.


“Fui na cara e na coragem. Não sabia falar inglês, nunca tinha viajado para fora, não conhecia nada além do meu pequeno mundinho. Lembro que quando criança minha mãe falava: “O mundo não se resume a Cuiabá. Vou colocar um mapa no seu quarto e um alfinetinho em Cuiabá, pra você ver o tamanho do mundo”, lembra.

Após o primeiro mochilão pela Europa, o ‘bicinho’ do viajante picou o advogado, que decidiu cair no mundo.
“Fui atrás de conhecimento, fui atrás de conhecer novas pessoas, lugares e experiências. Desde então, a cada viagem, eu volto um Celso diferente. Tem uma frase que é um mantra na minha vida, a qual resume tudo isso “O destino não é um lugar, mas uma nova forma de ver as coisas””.


Do começo das viagens para se tornar um ‘blogueiro’ foi um caminho natural. Em 2014, enquanto ele fazia um intercâmbio em Portugal, o número de viagens aumentou, e as postagens também. Ali, ele chegou a fazer um intercâmbio ‘dentro do intercâmbio’, e morou algum tempo em Malta, além de conhecer a África Mediterrânea, o oriente médio e uma parte do sudeste Asiático.

“Foi nessa época que eu fiz o melhor investimento da minha vida, que mudou tudo: comprei uma gopro. Foi muito natural, eu nunca tinha tido aula de fotografia e tampouco habilidade, mas parecia que a gopro era meu terceiro olho, que com ela eu conseguia captar o exato momento e mostrar para as pessoas o meu sentimento e a minha visão da terra em que estava”.


Com o aumento do número de seguidores, Celso viu a oportunidade e passou a dar dicas de lugares e contar suas experiências em cada postagem. Com isso, vieram também os patrocinadores. “Com o marketing digital e a chegada dos influidores digitais, as empresas se atentaram a essa forma de publicidade, que acaba sendo mais barata e atingindo o público da internet, que é aquele público que te segue porque quer ver para onde você vai, onde você come, o que você usa. Enfim, é um público que está sempre querendo conhecer lugares e coisas novas”.

Dentre as parcerias que ele já fez estão restaurantes, hoteis, agências de viagens, e até mesmo a‘ SandMarc’, empresa da Califórnia que manda produtos para a Gopro, e a ‘Crocs’, que recentemente lhe mandou uma sapatilha náutica.
Na prática
Além das parcerias e permutas, Celso também encontrou outras formas de tornar suas viagens rentáveis. Ele produz roteiros personalizados para clientes e, no mês de julho, vai levar dez pessoas para a Europa para mochilar.
Em Mato Grosso, ele também está envolvido com um projeto chamado “#MTnoMundo”, em que alguns blogueiros se uniram para divulgar as belezas do estado.

Além das viagens por aqui, Celso foi, no início deste ano, fazer um mochilão pela África, onde ficou dezesseis dias e conheceu a África do Sul, a Namibia, Zambia e Zimbábue (sua experiência foi, inclusive, compartilhada pelo Catraca Livre. Veja AQUI). Na volta, passou rapidamente pelo Brasil antes de ir para a Argentina e Uruguai, e hoje aguarda pelo próximo mochilão, que será daqui a dois meses.
Para conseguir conhecer tantos lugares, ele conta que a palavra chave é planejamento. “Ficar sempre de olho em sites/instagrams de promoção como o melhores destinos ou passagens imperdíveis, pesquisar muito antes de viajar, entrar em contado com pessoas que já foram para o local e pedir dicas de como se locomover, onde ir, como economizar e assim por diante”, sugere. “Procurar ficar em hostels, viajar com pouca bagagem, pois assim você consegue viajar em companhias lowcost pagando bem pouco, e viajar para adquirir conhecimento e não bens materiais”, finaliza.
Quem quiser mais dicas, pode entrar em contato com Celso pelo INSTAGRAM ou simplesmente acompanhar suas postagens. Além disso, ainda há vagas para o mochilão de julho, e propostas de parcerias podem ser enviadas para celso_dorileo@hotmail.com. 


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1435x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo