Cuiabá (MT), 20 de setembro de 2017 - 15:56

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  1

Pitacos

09/05/2017 22:42

Jovem sem CNH é baleado após tentar atropelar policiais em MT, diz delegado

O jovem Samuel Gonçalves, de 18 anos, foi baleado na perna após tentar atropelar policiais com uma motocicleta durante uma abordagem no domingo (7), em Santa Cruz do Xingu, a 931 km de Cuiabá, de acordo com o delegado Gutemberg Almeida, da Polícia Civil. Samuel, que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foi socorrido por amigos e levado para uma unidade hospitalar. Segundo familiares, ele passou por uma cirurgia e está em recuperação.

De acordo com o delegado, Samuel era suspeito de ter rasgado pneus de viaturas da Polícia Militar e da Polícia Civil na madrugada de domingo. Ele teria sido apontado como autor do ato por testemunhas.

“Ele [Samuel] já havia sido abordado por policiais por realizar manobras perigosas com a moto na rua. Depois que recebemos a denúncia que ele era o autor do ato de vandalismo fomos procurá-lo”, contou o delegado.

Durante a abordagem, porém, ele avançou com a moto em direção aos policiais, que dispararam tiros de advertência. “Foram feitos dois disparos. Um deles acertou a perna do jovem, que fugiu do local”, afirmou o delegado.

Samuel é filho da ex-vereador de Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, Evirlene Sipauba. Em uma rede social, ela diz que o filho “não é santo”, mas criticou a “falta de preparo da polícia”.

 
Ex-vereadora fez post na internet após o filho ser baleado (Foto: Reprodução/Facebook)Ex-vereadora fez post na internet após o filho ser baleado (Foto: Reprodução/Facebook)

Ex-vereadora fez post na internet após o filho ser baleado (Foto: Reprodução/Facebook)

 

“O povo é idiota de acreditar que uma pessoa que leva um tiro por trás, estava investindo contra a polícia. E a polícia, por sua vez, sem preparo profissional, ter a audácia em prestar tal declaração. Meu filho não é santo. Sei. Mas não justifica tal atitude”, diz trecho da publicação.

Segundo Evirlene, o filho estava em Santa Cruz do Xingu para participar de uma festa. Ele relatou a ela, que os policiais também estavam no evento. Samuel teria deixado o local com uma suposta ex-namorada de um dos policiais.

“Ele [Samuel] foi abordado com tiros e não sabia do que se tratava, já que os policiais estavam sem uniforme e sem viatura. Depois de ser baleado ele correu para a casa de um amigo, que o levou para o hospital”, contou Evirlene.

Ainda segundo ela, a unidade entrou em contato para avisar que o estado de saúde do filho era grave e ele corria o risco de perder a perna. O jovem foi transferido para outro hospital e passou por procedimento cirúrgico. Ele deve ficar internado para recuperação. Ainda não há previsão de alta.

De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi aberto para apurar se houve excesso dos policias e um procedimento administrativo para investigar a conduta do policial.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo