Cuiabá (MT), 22 de outubro de 2017 - 08:07

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Mundo

24/04/2017 12:52

Atos de violência contra judeus nos EUA aumentam 86% no primeiro trimestre de 2017

O assédio, o vandalismo e outros atos hostis contra povos e locais judaicos nos Estados Unidos aumentaram 34% no ano passado e subiram 86% nos primeiros três meses de 2017, de acordo com dados divulgados nesta segunda-feira (24) pela Liga Anti-difamação (ADL). A data é marcada como o Dia da Lembrança do Holocausto.

Até o fim de março, mais de 100 ameaças a bomba foram feitas contra 75 comunidades e 8 escolas judias. Vândalos também derrubaram lápides e causaram outros danos em cemitérios judaicos em St. Louis, Filadélfia, e outras cidades este ano. Uma suástica, o símbolo que representa o Nazismo, feito com fezes foi encontrada em um banheiro em Rhode Island.

Segundo o CEO da Liga Anti-difamação, o documento mostra que as pessoas precisam fazer mais para denunciar o antissemitismo e procurar novas formas de fazer com que os judeus se sintam mais seguros.

No mais, a pesquisa ainda diz que foram contabilizadas 1.266 ocorrências em 2016 e 541 desde o começo desse ano até o fim de março. Esse é o maior aumento desde 2013, quando a organização registrou 751 incidentes, o menor número desde que a pesquisa começou, em 1979, disse um porta-voz.

Para comparação, os incidentes anti-semitas atingiram o pico em 1994, quando houve mais de 2.000 incidentes relatados pela primeira e única vez.
A análise da ADL excluiu os atos mais intolerantes nas mídias sociais. No entanto, ele incluiu o assédio de residentes judeus em Whitefish, Montana, porque o abuso coordenado aumentou acima da típica provocação e do discurso de ódio online, um porta-voz da ADL disse.

Enquanto várias formas de assédio e vandalismo cresceram desde 2015, a ADl disse que ataques físicos caíram 36% em 2016 e estão com baixa de 40% nesse ano.

Massachusetts e Colorado testemunharam alguns dos maiores aumentos nas taxas de incidentes entre os Estados Unidos. A ADL contou 125 casos em Massachusetts no ano passado, em comparação com 50 em 2015, enquanto eles subiram de 18 para 45 no Colorado. Florida, com uma população judaica grande, experimentou 137 incidentes, um aumento de 50%. A Califórnia teve 211 casos, a maior parte de qualquer estado em 2016, enquanto Nova York está em ritmo de ter quase 400 este ano. 


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo