Cuiabá (MT), 19 de outubro de 2017 - 10:49

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Foto Destaque

26/07/2017 15:37

Após implantação de projeto de conscientização, número de partos normais sobe 85,8% no Femina

Desde que passou a integrar o projeto ‘Parto Adequado’, desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital e Maternidade Femina teve um aumento de 85,8% nos partos normais realizados na instituição.
 
O projeto é feito em parceria com o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE), do Institute For Healthcare Improvement (IHI), e com apoio do Ministério da Saúde. Seu objetivo é dar mais atenção às necessidades da mulher, e fazer as cesarianas apenas quando necessário.
 
“O parto adequado é na verdade a indicação do melhor procedimento para cada mulher. É analisada a condição em específico para verificar qual será a melhor opção, seja o normal ou a cesariana, por isso, o programa é chamado de parto adequado”, explica a médica diretora-técnica da Femina, Fernannda Pigatto.
 
De acordo com a assessoria da empresa, o número de partos normais aumentou 85,8%, em 2016, se comparado com o balanço consolidado de 2015. Em números, os procedimentos passaram de 134 partos em 2015, para 249, em 2016. Em contrapartida, a quantidade de partos cesarianos foi de 14,23%.
 
A médica afirma que muitas mães chegam ao pré-natal com a vontade de fazer cesariana, por acreditarem ser o procedimento mais correto e menos dolorido. “Mas sabemos que o parto cirúrgico nem sempre é o mais recomendado, e por isso, quando a mãe tem condições de fazer o parto normal, recomendamos que assim seja feito”, relata.
 
Após a implantação do Projeto Parto Adequado, essa mudança foi radical. Se em 2014 foram realizados apenas 46 partos normais e 2412 cesarianas, em 2015 o número de partos normais foi para 134 (aumento de 191,3%), e as cesarianas para 2325 (3,06% a menos).
 
“Tenho percebido que a procura por partos adequados tem aumentado cada dia mais, e isso só é possível quando se faz um trabalho de conscientização no período pré-natal”, ressalta a enfermeira supervisora do Centro Obstétrico da Femina, Gislaine Beatriz Cabral Pereira.
 
A assessoria destaca, ainda, que o Hospital Femina conta com uma equipe completa dedicada 24h, em regime de plantão, para atender às parturientes, composta por enfermeiras e médicos obstetras, pediatras neonatologistas e anestesistas, caso sejam necessários.

Olhar Direto.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo