Cuiabá (MT), 24 de outubro de 2017 - 06:47

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
572x90
Banner gov mt em acao 468x60  2

Esportes

07/08/2017 11:01 www.youtube.com

Milton Mendes presta queixa em delegacia contra Rodrigo por agressão

Do R7

O tempo esquentou depois do empate sem gols entre Ponte Preta e Vasco, neste domingo, pela 19.ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Moisés Lucarelli. O zagueiro Rodrigo, da Ponte, agrediu o técnico Milton Mendes, do Vasco, com três empurrões e um pisão no pé. Logo após a sua entrevista coletiva, Milton Mendes se dirigiu à uma delegacia próxima ao estádio para prestar queixa de agressão, que ficaram registradas em imagens.

As imagens mostraram a agressão, porém, cada um tem sua versão para a confusão entre os desafetos. De acordo com Milton Mendes, a intenção era apenas chamar os seus jogadores para o vestiário, devido a preocupação com o horário da volta da delegação para o Rio.

Rodrigo empurrou o técnico três vezes e ainda lhe deu um pisão no pé, quando foi segurado por Jean, com quem conversava antes, ao lado de Paulo Vitor, ambos jogadores vascaínos. "Fui até os meus jogadores, pedindo para que eles fossem para o vestiário para a reza e daí ele me agrediu. Primeiro achei que era brincadeira, mas depois ele me empurrou de novo, pisou no pé, falou palavras que não vem ao caso mencionar. Vou tomar as medidas cabíveis, porque isso não é futebol", explicou Milton Mendes nos vestiários, visivelmente chateado.

O treinador admitiu que, em determinado momento, reagiu às agressões verbais. "Não tenho sangue de barata. Sou pai de família e, nesta hora, todos viram o que ocorreu aqui. É simplesmente lamentável. É um nível muito baixo. Eu poderia até deixar quieto, mas eu seria omisso de uma coisa que não é certa", completou.

Milton Mendes disse que entregaria, agora, o caso nas mãos "das pessoas certas", dando a entender que seria a direção do clube e também seu departamento jurídico. "Ou até mesmo a arbitragem, porque tudo aconteceu dentro de campo e existem as imagens", concluiu.

Perguntado se isso era resquício da dispensa do zagueiro no Vasco, há três meses, o técnico respondeu: "Não sei, precisa perguntar para ele (Rodrigo). Mas lá ele deixou amigos e também inimigos", confirmou Milton Mendes.

Na saída do gramado, Rodrigo deu a sua versão e justificou que estava apenas conversando com amigos, quando foi interrompido por Milton Mendes. Vale lembrar que o zagueiro foi afastado do elenco vascaíno após a chegada do treinador e, logo depois, se transferiu para a Ponte Preta. "Eu tenho história no Vasco, sou um dos zagueiros artilheiros do clube, a torcida gosta de mim. Não vão conseguir apagar isso. Só estava conversando com amigos", disse.

O técnico Gilson Kleina, da Ponte Preta, comentou o caso e mesmo sem ver o ocorrido, garantiu que Rodrigo estava muito tranquilo, além de confiar na índole do jogador. "Eu não vi, mas se aconteceu algo, os dois estão errados. O que eu sei é que o Rodrigo está muito feliz aqui, treinando forte, amigo de todo mundo", assegurou.

Rodrigo recebeu o terceiro cartão amarelo e não vai poder enfrentar o Fluminense, quarta-feira, em jogo adiado da 17.ª rodada do Brasileirão, no Moisés Lucarelli.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo