Cuiabá (MT), 23 de setembro de 2017 - 21:07

Cuiabá
Carregando...

? ºC

/
Banner cuiaba humanizado 468x60  1
Banner gov mt em acao 468x60  1

Cuiabá

08/09/2017 16:19

Três adolescentes apreendidos por morte de enfermeiro são soltos com tornozeleiras, diz Sejudh

Três adolescentes suspeitos de participarem do assassinato do enfermeiro Benedito Donizete Gumieri, de 59 anos, no dia 31 de agosto, em Juína, a 737 km de Cuiabá, foram liberados pela Justiça mediante o uso de tornozeleira eletrônica. A determinação judicial foi cumprida na quarta-feira (6), segundo a Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), responsável pelo monitoramento eletrônico em Mato Grosso.

De acordo com a Sejudh, a decisão de uso de tornozeleiras eletrônicas em adolescentes é inédita no estado. A pasta alega ausência de previsão legal para o ato e afirmou que deve recorrer da determinação judicial.

A decisão é do juiz da Segunda Vara Cível de Juína, Raul Lara Leite, e foi cumprida pelo diretor do Centro de Detenção Provisória de Juína, Hermínio Belizário. Após a instalação dos equipamentos, os adolescentes, que estavam apreendidos em uma cela na Delegacia de Juína, foram liberados para retornarem para a casa deles.

 

O ASSASSINATO

Benedito Donizete Gumieri foi morto a pauladas, facadas e teve o corpo incendiado. O corpo dele foi encontrado na Estrada Novo Horizonte, em direção ao município de Castanheira, 780 km da capital. Pelo crime, foram presos Elizângela Aparecida Monari, de 19 anos, e o namorado, Maicon de Almeida Santana, de 20. Quatro adolescentes, com idades entre 16 e 17 anos, foram apreendidos.

De acordo com a Polícia Civil, a vítima teve um caso com Elizângela. Um dia, o enfermeiro teria dado um tapa no rosto dela e o namorado soube. O casal, então, teria planejado o crime. Com a ajuda dos adolescentes, eles teriam atraído o enfermeiro até a casa da jovem e espancado o enfermeiro, colocando-o dentro do carro dele e saindo em direção à Castanheira.

Segundo a polícia, ao perceberem que o enfermeiro estava vivo, o grupo voltou a agredi-lo com pauladas e facadas, incendiando o corpo, em seguida. O casal deve responder por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e corrupção de menores.


Plenário Mato Grosso - Central de Notícias, aqui você é informado com *Credibilidade **Dinamismo ***Seriedade e ****Conceito

Plenário Mato Grosso

Rua João Bento, 592-A
Bairro Quilombo
Cuiabá - Mato Grosso

plenariomtcomercial@gmail.com

imprensaplenariomt@gmail.com

contato@plenariomt.com.br

Busca

Redes Sociais

1170x90
Crie seu novo site AgenSite
versão Normal Versão Normal Painel Administrativo Painel Administrativo